Ah, o amor...
Home Message Archive Random me encontrefaqmeus escritosescritos alheios submit Theme
»
❝ De tudo que é nego torto, do mangue e do cais do porto ela já foi namorada, o seu corpo é dos errantes, dos cegos, dos retirantes, é de quem não tem mais nada .Dá-se assim desde menina, na garagem, na cantina, atrás do tanque, no mato, é a rainha dos detentos, das loucas, dos lazarentos, dos moleques do internato. E também vai amiúde com os velhinhos sem saúde e as viúvas sem porvir, ela é um poço de bondade e é por isso que a cidade vive sempre a repetir: Joga pedra na Geni! Joga pedra na Geni! Ela é feita pra apanhar! Ela é boa de cuspir!
Ela dá pra qualquer um! Maldita Geni! Um dia surgiu, brilhante entre as nuvens, flutuante, um enorme zepelim, pairou sobre os edifícios, abriu dois mil orifícios com dois mil canhões assim. A cidade apavorada se quedou paralisada pronta pra virar geleia, mas do zepelim gigante desceu o seu comandante, dizendo: “Mudei de ideia!”. Quando vi nesta cidade, tanto horror e iniquidade resolvi tudo explodir, mas posso evitar o drama se aquela formosa dama esta noite me servir. Essa dama era Geni! Mas não pode ser Geni! Ela é feita pra apanhar, ela é boa de cuspir, ela dá pra qualquer um. Maldita Geni! Mas de fato, logo ela, tão coitada e tão singela cativara o forasteiro, o guerreiro tão vistoso, tão temido e poderoso, era dela, prisioneiro. Acontece que a donzela (e isso era segredo dela) também tinha seus caprichos, e ao deitar com homem tão nobre tão cheirando a brilho e a cobre, preferia amar com os bichos. Ao ouvir tal heresia a cidade em romaria foi beijar a sua mão, o prefeito de joelhos, o bispo de olhos vermelhos e o banqueiro com um milhão. Vai com ele, vai, Geni!
Vai com ele, vai, Geni! Você pode nos salvar, você vai nos redimir, você dá pra qualquer um. Bendita Geni! Foram tantos os pedidos, tão sinceros, tão sentidos, que ela dominou seu asco, nessa noite lancinante entregou-se a tal amante como quem dá-se ao carrasco. Ele fez tanta sujeira, lambuzou-se a noite inteira, até ficar saciado e nem bem amanhecia partiu numa nuvem fria com seu zepelim prateado. Num suspiro aliviado ela se virou de lado e tentou até sorrir, mas logo raiou o dia e a cidade em cantoria não deixou ela dormir: Joga pedra na Geni! Joga bosta na Geni! Ela é feita pra apanhar! Ela é boa de cuspir! Ela dá pra qualquer um! Maldita Geni!

— Chico Buarque  (via oxigenio-dapalavra)

(Source: secretaria-da-morte)

efemero-caos:
❝ Ai, não fala isso, por favor
Esse é só o começo do fim da nossa vida
Deixa chegar o sonho, prepara uma avenida
Que a gente vai passar.

— Los Hermanos. (via protegiar)

(Source: oxigenio-dapalavra)

ai daqueles
que se amaram sem nenhuma briga
aqueles que deixaram 
que a mágoa nova
virasse a chaga antiga

ai daqueles que se amaram
sem saber que amar é pão feito em casa
e que a pedra só não voa 
porque não quer 
não porque não tem asa 

(Leminski)

❝ Uma das coisas que aprendi é que se deve viver apesar de. Apesar de, se deve comer. Apesar de, se deve amar. Apesar de, se deve morrer. Inclusive muitas vezes é o próprio apesar de que nos empurra para a frente.

— Clarice LispectorUma Aprendizagem ou O Livro dos Prazeres. (via oxigenio-dapalavra)

(Source: lupus-mauvais)

❝ Deixe o tempo te ensinar que os tombos te fortalecem, que os ventos te levam e que a vida te molda da maneira que bem quer. Não tente entender, tente viver. Poucos conseguem.

—  Caio Fernando Abreu. (via telegrafos)

(Source: segredou)

❝ Pois minha imaginação não tem estrada. E eu não gosto mesmo da estrada. Gosto do desvio e do desver.

— Manoel de Barros (via oxigenio-dapalavra)

❝ É, a vida vai nos endurecendo. A gente nasce livre, puro, ingênuo, acreditando. Tomamos uma, duas, três, vamos colocando um capuz, um escudo, uma armadura. E salve-se quem puder. E consegue chegar quem deixarmos. O fato é que estou com medo. Medo da gente. Pânico da capacidade que as pessoas têm de andar lado a lado com a maldade. Medo de viver num mundo imundo como o nosso. Pobre de valores. Pobre de espírito. Podre de coração!

— Clarissa Corrêa.  (via distanciaras)

(Source: quotteando)

❝ Eu vejo seus olhos inundados de esperança. Esse seu amor pela simplicidade da vida me encoraja a seguir a trilha que me leva ao seu sorriso. Admiro sua coragem de acreditar em dias melhores mesmo quando as nuvens estão sobrecarregadas de lágrimas prestes a serem derramadas, o céu diz que virá uma tempestade, mas você possui uma ternura capaz de acalmar os ventos mais intensos a sua volta. Admiro a doçura nítida em seu olhar clareando um caminho de paz em meio à amargura, a tristeza escapa dos seus olhos dando lugar a mais pura alegria. Você me contagia, faz dos meus medos poesia. Eu poderia está em qualquer lugar desse universo, porém é contigo que a vida tem um verdadeiro sentido.

— Goreth Maia. (via oxigenio-dapalavra)

(Source: aquarelismo)

❝ Socializar.
Socialista.
Sustentabilidade.
S.O.S
-Fingir-
Amar.
Sócrates.
Tetra campeão.
Ponto final.
Ponto de encontro.
Marca-passos.
Contando cada posso em uma das mãos.
Estressado.
Engessado.
Embriagado.
Sorriso.
Beijo doce como sorvete.
Abandono de absorventes.
Bebê a bordo.
Pré-natal.
Como eu adoro.
Socorro.
Pronto- socorro.
Novos sorrisos.
Detalhes precisos.
Preciosa.
Joia rara.
Desobediência.
Castigo com veemência…
Sobremesas.
Abraços.
Remédios e médicos.
Luto e fruto.
Terra boa banhando um caixão escuro…
Surdez e mudez.
Um pouco de fumo.
Nudez.
Sexo.
Vida curta para uma noite interminável…
Sobrevoar.
Aterrissar.
Aterrorizar
Memorizar.
Morrer.
Viver.
Morrer mais e viver além…
E quem sabe,
No novo caminho encontrar alguém.
Amar e abrigar.
Garranchos.
Poesia.
Retratos.
Retalhos.
Recluso.
Resistência.
Cura?
Desambiguação na loucura.
Fatalidade.
Finalidade.
Socorro.
Pronto-socorro.
Dores amenizadas pelas belas flores.
Internação
Interna rebelião.
(Fim de Transmissão)

— As Faces e Fases De Uma Vida Monótona, Pierrot Ruivo  (via oxigenio-dapalavra)

(Source: inutilidadeaflorada)

❝ Eu não tinha muito a oferecer, eu sei… Mas tudo o que eu tinha, era seu.

— Caio Fernando Abreu.   (via procenio)

(Source: juntarei-me)

❝ Se você está pensando que eu estou me importando, claro que eu estou. Eu não sou feito essa gente que ama e de repente tchau, e se acabou.

— Vinícius de Moraes.   (via oxigenio-dapalavra)

(Source: palavrisses)